AS VERDADEIRAS LIÇÕES QUE PRECISAM SER TIRADAS APÓS UMA DERROTA, POR LUIZ DIAS

TREINO LUIZ DIAS BJJ - RJ - 27/03/2017

 

As verdadeiras lições que precisam ser tiradas após uma derrota*

 

Recebi um telefonema de um amigo, dizendo que tinha perdido uma luta. Julgava-se prejudicado pela arbitragem em determinado campeonato, culpava o árbitro pela sua derrota. Ele não admitia ter perdido. Enfim, tirando algum possível erro de arbitragem (errar é humano, árbitros podem errar também, sem segundas intenções, e não necessariamente estarem prejudicando alguém intencionalmente), todos os atletas, ao entrarem numa competição, sabem a regra principal: na luta, um irá ganhar e o outro perder. Parece claro, mas muitos se esquecem disso.

 

Também é óbvio que todos entram para ganhar, mas às vezes perdem. Num campeonato, só pode ter um campeão por categoria, e muitas vezes, na derrota, podemos tirar lições importantes para garantir futuras vitórias. Descobrir onde errou na luta. Não teve estratégia? Cansou? Suas técnicas em determinadas situações na luta não foram eficientes? Nervosismo? E o que muitos lutadores nem pensam, mas infelizmente pode acontecer, e se o outro atleta foi melhor em algum fator ou em vários fatores?

 

“Depois que a adrenalina sair do sangue, mentalmente, tente relembrar a luta inteira ou veja a luta se alguém filmou. Observe seus movimentos e o do seu adversário. Os movimentos certos devem ser estimulados e desenvolvidos, e os errados devem ser corrigidos”

 

A vitória sempre é o máximo na vida do lutador. Não interessa se é num campeonato ou num treino dentro de sua academia. Qual lutador não tem em sua memória lutas que ele não esquece? Ou até alguma que perdeu por pontos, mas não foi finalizado? Só isso, ao seu entendimento, para ele é uma vitória, já que ele reconhece a superioridade do seu oponente. Ganhar sempre é bom. Voltar para casa sabendo que derrotou um atleta que você sabe que possui superioridade física, técnica ou ambas as qualidades, essa sensação de vitória tira até o sono. A vitória por pontos ou por finalização sempre é um estímulo para cada vez treinarmos mais. Mas a vitória não pode trazer consigo a arrogância e nem a falta de humildade. A vitória deve ser o motivo para você ir aperfeiçoando seu Jiu-Jitsu e cada vez torná-lo mais eficiente.

 

Uma derrota pode apontar a sua parte fraca e, a partir do reconhecimento do seu ponto fraco, você pode trabalhar e melhorar até mesmo ao ponto de tornar a sua qualidade mais forte. Perder é ruim, mas não saber por qual motivo perdeu é pior ainda! Depois que a adrenalina sair do sangue, mentalmente, tente relembrar a luta inteira ou veja a luta se alguém filmou. Observe seus movimentos e o do seu adversário. Os movimentos certos devem ser estimulados e desenvolvidos, e os errados devem ser corrigidos, estudados, para não se repetirem, e os movimentos “não feitos” devem ser muito estudados porque esses momentos são que muitas vezes permitem a vitória do oponente.

 

Acredito que, se o lutador pensar corretamente, ele nunca verá uma derrota como uma perda total, ou um episódio que deve ser esquecido rapidamente, ele sempre conseguirá tirar lições para lutas futuras e certamente será recompensado com vitórias. A vitória sempre está no objetivo de todo lutador em qualquer luta, mas temos que saber merecê-la.

 

 

 

Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o http://www.geracaoartesuave.com.br/. Boa semana, bons treinos e até a próxima!

 

*Luiz Dias, escreve regularmente para a revista “Tatame” do Brasil e para o site JiuJitsuPortugal.com

 

Decidimos, manter o texto original.

 

*Para leres mais artigos de Luiz Dias na coluna ‘Verde & Amarelo’ clica no link: http://jiujitsuportugal.com/category/verde-amarelo-a-coluna-de-luiz-dias/