MAHAMED ALY – O PESO PESADÍSSIMO DO JIU-JITSU, POR MAURO FROTA

18492109_10213554896294877_613700820_n

Nome grande do panorama mundial do Jiu-Jitsu esteve no nosso país, para um seminário na equipa ‘Clone Jiu-Jitsu’. Foto: Mauro Frota

 

“A diferença entre um atleta mediano e um de topo é a transição entre as posições”, começou por afirmar Mahamed Aly, Campeão Mundial e Europeu da IBJJF, no início do seminário que decorreu no último dia 10 de Maio na Elite Fight Gym, Academia-sede da Clone Jiu Jitsu em Setúbal.

 

Com estas palavras este atleta enorme (Peso Pesadíssimo) e múltiplo campeão internacional, captou imediatamente a atenção de todos os participantes do seminário para as excelentes horas de partilha que se seguiriam.

 

Rapidamente se percebeu que Mahamed era dono de uma boa pedagogia e didáctica, apesar dos seus 23 anos.

 

O seminário consistiu em um pouco mais de uma hora de trabalho técnico, seguido de quase uma hora de rolas, em que a maioria dos participantes mais graduados conseguiram rolar e “experimentar” o jogo afiadíssimo de Aly.

 

Durante a parte de trabalho técnico, Mahamed passou apenas uma técnica, sua favorita, para passar a guarda, explicando-a várias vezes e de cada vez revelando um novo pormenor. Uma técnica aparentemente simples revelou-se cada vez mais cheia de pormenores fundamentais para o seu sucesso. No final, duas formas de passar a guarda foram reveladas, usando a mesma base. Duas de quatro que teria preparado para este grupo, revelou Mahamed, mas que o reduzido tempo não permitiu completar. Ficou prometida a continuação para uma outra oportunidade.

 

De seguida chegou a altura de rolar com a estrela do Jiu Jitsu internacional. Um a um os mais graduados (faixas pretas e marron, fundamentalmente) experimentaram o jogo justíssimo do campeão, bem como a sua imensa força. Lembro-me de pensar que finalmente tinha conseguido uma raspagem, passagem de guarda ou montada, para com aparente facilidade ser colocado no meu lugar.

 

Aprendemos imenso com os pormenores técnicos que nos passou, mas acredito ter aprendido mais ainda no momento do rola. Alguns pormenores do seu jogo ficaram gravados na memória, prontos a serem testados nos próximos treinos.

 

Resta-me agradecer à Clone Jiu Jitsu, especialmente ao Professor Danyllo Lima, pela organização do evento e pelo convite feito ao JiuJitsuPortugal.

 

Por Mauro Frota