NOME GRANDE DO JIU-JITSU, MARCELO GARCIA SUSPENDE DA SUA ACADEMIA DOIS FAIXAS-PRETAS

946784_10208261680964918_527797749281695946_n

Em 2015 fomos convidados a visitar a academia localizada no coração de Nova Iorque e vimos um dos melhores ambientes que podes imaginar numa ‘sala de luta’. Marcelo Garcia quer que assim continue. Foto: JiuJitsuPortugal

 

Considerado um dos bons nomes do Jiu-Jitsu atualmente, Dillon Danis também é conhecido por protagonizar algumas confusões nos bastidores da arte suave. A mais nova polémica envolvendo o lutador, que também é responsável por auxiliar o jogo de chão de Conor McGregor, aconteceu nesta semana. O americano, juntamente com o também faixa-preta Mansher Khera, foi suspenso da academia de Marcelinho Garcia, pentacampeão mundial da arte suave e considerado um dos grandes atletas de sua geração.

 

Na sua explicação sobre o caso, Marcelinho procurou deixar claro que não se trata de uma suspensão definitiva, mas sim temporária com tempo indeterminado, para que os lutadores possam refletir sobre os seus actos, para depois recuperem de novo o foco no desporto. Garcia, através de seu canal no YouTube, publicou um vídeo em inglês onde fala sobre o que motivou a suspender os atletas, procurando reforçar também o sentido da filosofia padrão do Jiu-Jitsu, que prega entre outras virtudes, o respeito.

 

Fica com algumas das frases de Marcelinho Garcia publicadas pela TATAME:

 

“Eu percebi que eles estavam focados apenas em redes sociais, focados em outras coisas que todos os outros se importam: fama e coisas assim. E isso me forçou a tomar esta decisão”.

 

“Eu não expulso ninguém. Eu realmente não quero ter que fazer isso. Eu pedi para que eles dessem um tempo para entender. Se um dia eles tiverem uma cabeça melhor, eles podem voltar que eu estarei aqui e iremos conversar.”

 

“Eu gostaria que os meus faixas pretas fizessem o seu melhor para seguir exemplos que levassem pessoas para um lugar melhor. Isso não aconteceu, e eu sentia que ficava cada vez pior depois que toda vez que eu tirava uma semana de férias, algo acontecia. Eu tirei outra semana de férias e outra coisa aconteceu novamente. É realmente difícil para mim chegar em casa – porque essa academia é a minha casa – e ver que eles não apreciam os mesmos valores que eu tenho, que eles estão sendo o exemplo que eu quero que eles sejam.”

 

Assiste ao vídeo (em inglês):

 

YouTube Preview Image