UM DIA COM AS LENDAS, POR MAURO FROTA

jiu-jitsu-portugal-com (6)

Filipe “Preguiça” Pena em acção na GB Laranjeiro. Foto: Mauro Frota

 

Quando as lendas do Jiu Jitsu mundial se reúnem em Lisboa… o JiuJitsuPortugal está lá para aprender com elas.

 

“Os detalhes transformam uma técnica de faixa branca, simples e básica, numa técnica de faixa preta”. Foi desta forma que Roger Gracie iniciou o seu seminário na Gracie Barra Lisboa, academia do professor Alex Machado, no passado dia 19 de Janeiro. Roger é o rei dos detalhes e o campeão da técnica básica. Armlock da guarda, pegar as costas da guarda fechada, estrangulamento de lapela pela costas. Tudo técnicas de iniciado… mas com pormenores de génio.

 

O seminário decorreu num ambiente extremamente descontraído e familiar. A seriedade de Roger Gracie foi sendo interrompida pela energia e piadas de outra lenda do Jiu Jitsu: Braulio Estima. Esta dupla conseguiu criar um excelente ambiente de trabalho, e a combinação de personalidades resultou muito bem: “Roger, tem que fazer tanta força? Está me amassando todo, cara!”. Em você, Braulio, sim.”. E nós, que nos habituámos a ver estas lendas a lutar, rimos de satisfação…

 

No dia seguinte estou de novo no tatame, desta vez com um super-atleta, mais jovem, mas que viria a brilhar durante o Europeu, tendo feito aquela que foi considerada por muitos a luta do Europeu. Falo de Filipe “Preguiça” Pena.

 

O ambiente na Gracie Barra Laranjeiro, do professor Abraão Santareno era também de “boa energia”, como aliás tem acontecido em todas as escolas da Gracie Barra por onde tenho passado. Vê-se que levam muito a sério o seu lema de “Jiu Jitsu para todos”, tirando-o do papel, tornando-o vivo e colocando-o em prática. Pela forma como fui recebido, em ambas as academias, só trouxe comigo boas memórias!

 

O meu parceiro de tatame, durante todo o seminário, foi o pai do Filipe. Um senhor extremamente simpático e com um nível muito bom para a sua faixa roxa.

 

Do ponto de vista técnico, este seminário foi a antítese do seminário do Roger Gracie: um jogo muito moderno, onde foram passados os “segredos” do triângulo invertido, kimura invertida, guarda De La Riva, raspagem da guarda meia-X, raspagem da guarda X e chave de pé reta partindo da guarda X.

 

Ainda que com um biótipo muito semelhante ao de Roger – alto e com membros longos – Preguiça opta pela guarda aberta e por um Jiu-Jitsu mais dinâmico e que agrada aos espectadores.

 

Durante o Campeonato Europeu não desapontou e utilizou, nos vários combates, praticamente todas as técnicas que nos tinha ensinado dias antes. “Não filmem o seminário, por favor”, pediu. “Vou usar estas posições nas minhas lutas e não quero que os meus opositores saibam”. Prometeu, e cumpriu…

 

Por Mauro Frota

 

NOTA: Agradecimentos especiais aos professores Alex Machado (Gracie Barra Benfica-Lisboa) e Abraão Santareno (Gracie Barra Laranjeiro) pelos convites endereçados para que a nossa equipa estivesse presente em ambos os seminários.

 

jiu-jitsu-portugal-com (3)

Dois monstros do Jiu-Jitsu, Bráulio e Roger na GB Benfica-Lisboa. Foto: Mauro Frota