A fadista Cuca Roseta

 

Cuca Roseta, a “Raiz” do belo Fado!

Muito se fala em Amália Rodrigues, na simbologia do fado genuinamente português, na origem da tristeza implementada na música que vem do coração. Aqui surge Cuca Roseta, aquele talento em que o seu sonoro realça a frescura tão agradável e apetecível. O talento cuja música se define, citando a sua canção “Fado do Contra“, que “fado é beleza, que se adia sobre a tristeza“. Pois então assim é o fado, “se é português fala de dor, mas quem o fez fê-lo de amor“, e com Cuca Roseta o seu fado transborda em rios de amor, com brisas perfumadas em sentimento, que toca a qualquer trovador, e lhe afaga o alento. São assim as músicas de Cuca Roseta, a artista do momento!

 

“Raiz” torna-se assim um dos álbuns mais emblemáticos de 2013, pelo que damos especial atenção ao trabalho efectuado pela artista. Não somente uma cantora e compositora… Quando a música é cantada com a emoção e poesia de Cuca Roseta, as canções tornam-se em pulcra criação do que é mais exímio e magistral. A fusão entre o belo, o melancólico e o talento, o trio simbiótico na perfeita voz de Isabel.

 

Álbum este que produzido por Mário Barreiros e composto, na maioria, por músicas e letras da fadista. Com o Single “Fado do Contra” e mais 13 canções de se derreter ao ouvir, eis o bom fado português! Este disco teve a colaboração de Tozé Brito, José Avillez, André Sardet e Pedro Lima, passando por uma letra de Florbela Espanca no “Fado da Vaidade“. Todas as músicas são fados, exceptuando uma, a “Marcha da Esperança” que tão bela é!

 

Após termos ouvido este fabuloso álbum, só nos resta afirmar que a artista consegue transformar pequenas palavras em sentidas odes à vida! O legado de Amália Rodrigues está bem entregue a Cuca Roseta, a menina prodígio do Fado!

 

E Nuno Miguel Guedes assim o diz, “ao ouvir tudo o que está nesta «Raiz» ouvimos o coração e as emoções de quem a fez. Não consigo imaginar maior ambição para um artista e muito menos para quem o quer ouvir. O segredo é outra vez o mesmo, porque em Cuca Roseta não poderia ser outro: uma surpreendente, inoportuna e deslumbrante verdade em estado puro“.

 

O The Noise Spot recomenda:

Cuca Roseta, músicas vindas do coração, com amor!

Entrevista AQUI

YouTube Preview Image